Reservar
menu

FAQ | Estabelecimentos de Hospedagem


Para podermos assegurar os apoios e a desinfecção garantidos pela ALEP e Turismo de Portugal, relembramos que as reservas deverão ser realizadas e validadas pela Rooms Against Covid. Por favor, não proceda à marcação das reservas diretamente. Só deverá manter contacto com o profissional depois de recebido o email de confirmação da reserva. Todas as alterações à reserva deverão ser comunicadas e processadas pela equipa da Rooms Against Covid.


Estabelecimentos de Hospedagem (EH) | Inscrição & RequisitosCaracterísticasOcupaçãoLocalização | Confirmação da Reserva

DuraçãoCheckin & CheckoutLimpezas | Contrapartidas


O que é um Estabelecimento de Hospedagem (EH)?
Um EH são todos os alojamentos que tenham RNAL com a modalidade “Estabelecimento de hospedagem” de acordo com a designação do Turismo de Portugal, nomeadamente: guest house, hostel, residenciais, bed & breakfast, entre outros.


Como posso inscrever o meu Estabelecimento de Hospedagem (EH)?
As inscrições devem ser feitas através deste formulário.
Depois de preenchido e enviado o formulário, o seu alojamento irá ser validado. Este processo de validação é efectuado pela nossa equipa de voluntários, e pode demorar algum tempo, pelo que pedimos a sua compreensão e paciência. Quando o seu alojamento estiver online e pronto para receber reservas de acordo com a disponibilidade que indicou, receberá um email de confirmação com a informação necessária.

Quais os requisitos para o meu Estabelecimento de Hospedagem (EH) ser validado?
Para o seu EH ser validado, deverá encontrar-se registado no RNAL e  assegurar os seguintes requisitos:
- O EH está disponível apenas para receber pessoas no âmbito do Covid-19 (não podem encontrar-se alojados outros hóspedes);
- Sem prejuízo da análise de cada caso face às necessidades existentes, o EH terá de disponibilizar, pelo menos, 5 quartos destinados exclusivamente para a estadia;
- Os quartos disponíveis têm de ter wc privativo e, nesse sentido, ser autonomizáveis;
- Os wc’s devem integrar um kit básico de limpeza para higienização do quarto e wc pelo profissional, no qual deverão estar incluídos os sacos para a roupa para lavar (ex., produtos de limpeza, panos, vassouras, esfregona, papel higiénico, papel de cozinha);
- Os profissionais não podem trocar de quarto, exceto se necessário e justificado;
- Todas as áreas comuns têm de estar encerradas e o seu acesso limitado, nomeadamente a cozinhas (seja através da utilização de fitas ou da cobertura de mobiliário ou outros objetos utilizáveis pela comunidade hospedada);
- O EH tem que disponibilizar roupa de cama e atoalhados;
- O EH tem de assegurar a troca semanal da roupa de cama e atoalhados;
- Preferencialmente, o EH deverá dispor de um sistema para assegurar o check-in não presencial ou, em alternativa, de um funcionário para assegurar o check-in, segurança, etc.
- O EH tem que disponibilizar um contacto para situações de emergência, que deve estar sempre disponível, para apoio em caso de necessidade (segurança, perda das chaves, porta não abre, porta ficou aberta e tem de ser fechada, etc.);
- O EH deverá assegurar o controlo dos check-in’s e confirmar os check-out’s para depois solicitar a limpeza, que será feita com regularidade quinzenal e mediante a reunião do número mínimo de 2 quartos para desinfectar;
- O EH deverá assegurar a quarentena do quarto desocupado por, pelo menos, 3 dias antes da sua desinfeção.


Quais são as características dos quartos e/ ou wc’s para que possa registar o meu Estabelecimento de Hospedagem: 

N.º de quartos disponíveis
Caso o EH tenha menos de 5 quartos não poderá, por agora, entrar na Rooms Against Covid (seja na plataforma ou na lista de espera).
Para a contagem do n.º mínimo de quartos disponíveis (5) não pode ser contabilizada a divisão que será necessária para a colocação e isolamento da roupa de cama e atoalhados que irão para lavar e higienizar.
- Caso das GH que correspondem a mini estúdios ou apartamentos isolados: se tiverem kitchenette/cozinha não partilhada e forem independentes podem ter o tratamento de moradia ou apartamento.


Quartos com wc privativo 
É possível admitir os H/GH que tenham 2 quartos com 1 wc partilhado, SE este garantir que fecha um dos quartos e o wc é privatizável, ou quarto sem wc, SE o wc for de fácil acesso e de utilização exclusiva por cada profissional alojado.
Os quartos sem wc privativo podem ser utilizados, por exemplo, para a roupa limpa e para depositar e isolar a roupa para lavar.
Os acessos ou áreas comuns de acesso aos quartos que ficarão fechados ou isolados deverão, na medida do possível, ser restringidos.
O quarto que ficará fechado ou isolado não pode ser contabilizado para o n.º mínimo de quartos disponíveis.


Quem são as pessoas que ficarão alojadas no meu Estabelecimento de Hospedagem?
Este projeto está direcionado para apoiar profissionais, devidamente credenciados, que se encontrem a desempenhar funções na linha da frente do combate ao Covid-19.
Os profissionais que alojar foram submetidos a um breve formulário, nos termos do qual o profissional apresentou a respectiva credenciação, confirmou o desempenho de funções no âmbito do combate ao Covid-19 e fundamentou a necessidade de alojamento.

Quem pode ocupar o Estabelecimento de Hospedagem?
De acordo com as recomendações da DGS neste sentido, cada quarto deverá ser ocupado apenas por uma pessoa, devendo o acesso às áreas partilhadas, ser restringido. Cada quarto deverá ter acesso a um wc privativo, não sendo permitida a partilha de wc’s ou quaisquer outras divisões do EH (cozinhas, salas, …).


A cidade ou região onde se localiza o meu Estabelecimento de Hospedagem ainda não está na plataforma. O que devo saber?
Apenas poderá abrir-se um EH quando forem reunidos, pelo menos, 2 pedidos de alojamento por profissionais nessa cidade. Caso contrário, até lá será necessário criar lista de espera.
Caso a cidade ainda não esteja na plataforma, é provável que ainda não existam acordos com empresas de limpeza e desinfeção.
Independentemente destes pontos e de forma a agilizarmos o processo, caso cumpra os requisitos e condições para receber profissionais, deverá registar o seu EH. Entraremos em contacto assim que seja requisitado um alojamento na sua cidade. 


Confirmação da Reserva

Como sei que o meu Estabelecimento de Hospedagem foi reservado?
Primeiro receberá um email de pré-reserva, dirigido ao profissional, para que este confirme as respectivas informações. Depois de validadas as informações validadas pelo profissional, receberá um email de confirmação, no qual serão indicados os contactos do alojamento (para poderem confirmar os detalhes do check-in e check-out ou outras informações) e indicações gerais que deverá ter em atenção.

Como funcionam as reservas?
Os profissionais devem efectuar a reserva directamente na plataforma.
A reserva só será confirmada depois de os profissionais receberem um email de pré-reserva, através do qual deverão preencher um formulário com os seus dados completos e, ainda, informação sobre as sua credenciais e a motivação da estadia. Confirmadas estas questões, o profissional e o alojamento receberão um email de confirmação, após o qual deverão entrar em contacto e partilhar as informações necessárias sobre a estadia.
Se não for contactado pelo profissional, deverá fazê-lo para preparar o check-in e check-out e partilhar outras indicações relevantes.
Os dados pessoais partilhados serão geridos apenas pela Rooms Against Covid.

Sou consultado sempre que haja um hóspede interessado no meu Estabelecimento de Hospedagem (EH)?
A disponibilidade do EH é preenchida por si. Considerando a disponibilidade indicada, quando houver match entre o seu alojamento e um profissional enviaremos um email de pré-reserva, para validação dos dados do profissional, e, depois, um email de confirmação com os contactos do EH e as informações relevantes para a reserva.

Posso rejeitar ou cancelar uma reserva?
Pode rejeitar ou cancelar uma reserva sempre que o seu EH não estiver disponível. Agradecemos que mantenha a sua disponibilidade actualizada para evitar contactos desnecessários. Se não puder vir a receber o profissional ou caso queira alterar a disponibilidade do EH, solicitamos, por favor, que contacte a Rooms Against Covid (reservations@roomsagainstcovid.com) e o indique, para que possamos notificar este profissional e efetuar as alterações necessárias.


E se eu não receber e-mail de confirmação da reserva?
Após a validação de todos os dados, e se a reserva for confirmada, é possível que o e-mail que irá receber com os seus contactos e os do profissional tenha ido não para a sua caixa de entrada principal, mas para a caixa de promoções, social, spam ou outra.


Duração da Reserva

Qual a duração mínima e máxima de cada estadia?
Cada estadia deverá ter um mínimo de 14 dias, podendo, mediante solicitação por email enviada para reservations@roomsagainstcovid.com, ser estendida para além da data reservada - a cujo final serão adicionados os 3 dias necessários para garantir o período de desocupação e limpeza final. A validação da extensão da reserva fica sujeita à disponibilidade do Estabelecimento de Hospedagem - a qual não pode ser garantida pela Rooms Against Covid.


E se o profissional quiser prolongar ou estender a sua estadia?
Qualquer alteração ao acordo de alojamento deverá ter a concordância do responsável pelo Estabelecimento de Hospedagem em que o profissional se encontra.
A extensão do período da estadia deverá ser sempre confirmada junto da Rooms Against Covid (reservations@roomsagainstcovid.com).
Caso o alojamento não esteja disponível, a Rooms Against Covid tentará encontrar outro alojamento, sem garantias de êxito.


Quando posso voltar a receber outro profissional, após a saída do anterior?
A limpeza e desinfeção asseguradas pela ALEP serão realizadas de 15 em 15 dias, mediante a reunião do n.º mínimo de 2 quartos para limpar.
Antes de se proceder à sua limpeza, os quartos devem ter estado vazios por, pelo menos, 3 dias.
Importante: os pedidos de limpeza devem ser solicitados pelo EH à ALEP (info.associados@alep.pt), assim que reunidas as condições anteriores.
Após a limpeza e desinfecção poderá voltar a alojar outros profissionais.
Deverá, em quaisquer casos, observar as recomendações de limpeza e desinfecção emitidas pela DGS.

O que deve haver no Estabelecimento de Hospedagem (EH) quando o profissional entrar?
O EH, por questões relacionadas com logística e saúde, deverá incluir e garantir os seguintes itens:
- Os wc’s devem integrar um kit básico de limpeza para higienização dos quartos e wc pelo profissional, durante a sua estadia, no qual deverão estar incluídos os sacos para a roupa para lavar (ex., produtos de limpeza, panos, vassouras, esfregona, papel higiénico, papel de cozinha);
- Todas as áreas comuns têm de estar encerradas e o seu acesso limitado, nomeadamente a cozinhas (seja através da utilização de fitas ou da cobertura de sofás ou outros objetos utilizáveis pela comunidade hospedada);
- Têm que disponibilizar roupa de cama e atoalhados;
- Têm de assegurar a troca semanal da roupa de cama e atoalhados;
- Preferencialmente, deverão dispor de um sistema para assegurar o check-in não presencial ou, em alternativa, de um funcionário para assegurar o check-in, segurança, etc.
- Têm que disponibilizar um contacto para situações de emergência, que deve estar sempre disponível, para apoio em caso de necessidade (perda das chaves, porta não abre, porta ficou aberta e tem de ser fechada, etc.);

A Rooms Against Covid aconselha:
-
Disponibilizar desinfectante na entrada da Guesthouse para estimular os cuidados;
- Afixação de sinalética e informações sobre os cuidados a ter e a regularidade e os procedimentos para as limpezas (gerais e da roupa);
- Prevenir e desaconselhar o contacto com o máximo de zonas comuns possíveis (corrimões, maçanetas, etc.).


Checkin e Checkout?

O que devo ter em atenção quando for feito o check-in?
Deverá, sempre que possível, evitar o check-in presencial. Idealmente existirá um sistema de acesso automático por código ou um cofre com abertura de código, à entrada do EH, onde a chave possa ser deixada.
Se o check-in for presencial, assegure que são adoptadas as medidas de segurança e que as chaves ou outros materiais entregues estão devidamente desinfectados.
Em qualquer caso, deverá entrar sempre em contacto com o profissional para o informar sobre o funcionamento essencial do alojamento, regras e cuidados com o condomínio, ou comunicar outras informações relevantes.
Caso existam, deverá disponibilizar quaisquer instruções sobre o  funcionamento de aparelhos, regras do EH, password do wi-fi ou outras indicações necessárias.
Garanta que o profissional conseguiu entrar no EH.

Como entregar as chaves ao profissional?
Após a confirmação da reserva, deverá entrar em contacto com o profissional para partilhar todas as informações relativas à entrada no EH (o que o profissional deverá trazer para o alojamento, o que o alojamento já disponibiliza, entre outras), combinar como serão feitos os acessos ao alojamento e entregar as chaves (digitais ou físicas - devidamente desinfetadas,neste caso).
No email de confirmação da reserva, o alojamento e o profissional receberão os respectivos contactos para que possam contactar entre si e partilhar estas informações.


Limpezas

Quem é responsável pela limpeza?
Durante a estadia, os quartos serão limpos pelos profissionais, de acordo com o kit básico de limpeza disponibilizado.
Com a regularidade possível (por exemplo, 2 vezes por semana), o EH deverá assegurar que um colaborador com as protecções individuais necessárias faz a desinfecção das escadas, corrimãos, puxadores das portas e interruptores das áreas comuns.
A limpeza e desinfeção asseguradas pela ALEP serão realizadas de 15 em 15 dias, mediante a reunião do n.º mínimo de 2 quartos para limpar.
Antes de se proceder à sua limpeza, os quartos devem ter estado vazios por, pelo menos, 3 dias.
Importante: os pedidos de limpeza devem ser solicitados pelo EH à ALEP (info.associados@alep.pt), assim que reunidas as condições acima descritas.


Disponibilização e troca de roupa de cama e atoalhados. O que devo saber?
Os Estabelecimentos de Hospedagem (EH) admitidos terão de assegurar a disponibilização de roupa de cama e atoalhados e a sua troca semanal - independentemente do período da estadia. O apoio que é atribuído não é distinguido em função do tipo de estabelecimento, sendo essas diferenças colmatadas pelos procedimentos necessários à tipologia e disposição de recursos de cada um. 


Para a limpeza desta roupa os EH deverão:
- Estabelecer, comunicar e publicitar no EH 1 dia da semana específico para a recolha da roupa para lavar, independentemente da data de check-in - se o check-in for imediatamente antes da recolha, estabelecer que só vai recolher na semana seguinte;
- Solicitar a disponibilização da roupa para lavar, devidamente ensacada, à entrada dos quartos, no dia da semana definido para o efeito;
- A roupa deverá estar ensacada;
- A roupa deverá ser recolhida com luvas;
- Depois de recolhida, a roupa ensacada deverá ser colocada numa divisão isolada, utilizada apenas para este efeito, na qual deverá ficar durante 3 dias;
- Finalmente, a roupa deverá ser entregue ou recolhida pela lavandaria, no dia designado para o efeito.
- A lavandaria deve garantir uma limpeza destas roupas à parte, com temperaturas a 60ºC.

A higienização do quarto ou wc, após a saída do profissional, pode ser realizada por mim ou pela minha equipa de limpeza?
Dados os cuidados necessários para a higienização desta natureza, as limpezas após a saída do profissional do Estabelecimento de Hospedagem devem obrigatoriamente ser feitas por profissionais especializados.
Estas limpezas serão efectuadas por empresas credenciadas e disponibilizadas pela organização do projecto.


A cidade onde se localiza o meu Estabelecimento de Hospedagem (EH) ainda não está na plataforma e/ ou não tem parceria com empresa de limpeza ou desinfeção. Como posso ajudar?
Os estabelecimentos localizados em cidades fora daquelas previstas na plataforma ficarão em lista de espera até que haja procura suficiente por parte de profissionais.
Assim que haja procura, os EH serão contactados e, para que os mesmos sejam incluídos no projeto, devem apresentar à Rooms Against Covid uma empresa de limpeza profissionalizada para ser certificada.
Depois de apresentada a referida empresa, será necessário confirmar se a mesma consegue assegurar uma limpeza profissionalizada e, se assim for, ponderar a admissão desse EH. Sem isso assegurado não se pode admitir o EH.


Contrapartidas

Há algum apoio financeiro?
O princípio subjacente a todo este projecto é a ausência de custos para os profissionais, partindo de um espírito de solidariedade e voluntariado.
Por essa razão, e para apoiar todas as partes envolvidas, a ALEP, em conjunto com o Turismo de Portugal irá fornecer uma contribuição a todos os alojamentos que cumpram os requisitos necessários para suportar os consumos da estadia.
Ao beneficiarem desse apoio, os alojamentos não poderão cobrar qualquer valor ao profissional pela sua permanência no alojamento.
A limpeza e desinfeção do alojamento correrão por conta do projecto.
Perto do final do mês, quando os detalhes destes procedimentos estiverem finalizados, a ALEP enviará um e-mail a explicar como emitir e para onde enviar a factura e os documentos necessários. Quaisquer questões relacionadas com o procedimento para receber os fundos, por favor, envie email para info.associados@alep.pt.


Qual o valor da contrapartida e quando recebo?
O montante de apoio disponibilizado é destinado a cobrir os custos principais do consumo verificado durante a estadia e tem como referência o valor de €7,00/noite (IVA incluído).
Assim, por exemplo, por uma estadia de 30 dias, o valor pago será de € 210,00 (com IVA).
No final da estadia, o alojamento terá de emitir a respetiva fatura em nome da ALEP, com IVA de 6% (ou sem IVA se estiver isento).
Assim, por exemplo, sobre uma estadia de 30 dias, irá emitir uma fatura de €198,11 + 6% de IVA ou de €210,00, se for isento.
No final do mês em que ocorreu o check-out, todas as noites ocupadas serão enviadas pela ALEP ao Turismo de Portugal que, depois de conferir estes dados, remete o valor a pagar à ALEP, que, de seguida, o transferirá  para os alojamentos.
Perto do final do mês, quando os detalhes destes procedimentos estiverem finalizados, a ALEP enviará um e-mail a explicar como emitir e para onde enviar a factura e os documentos necessários.
A data estimada para o pagamento do apoio aos alojamentos é o dia 20 do mês seguinte ao do check-out.


O que é preciso fazer para receber a contrapartida?
Antes de mais, deverá assegurar que a estadia é marcada através da plataforma e só será concluída após ter recebido o e-mail de confirmação.
Imediatamente após o check-out deverá a fatura do alojamento, preenchida com os dados do alojamento, da ALEP e a descrição da estadia do respectivo profissional no âmbito do combate ao Covid-19. Esta fatura deverá ser enviada para a ALEP no seguimento do email que esta irá enviar para este efeito no final do mês.
Além disso, para receber este apoio não pode ter dívidas às Finanças, nem à Segurança Social, pelo que terá de enviar uma declaração de não dívida a estas entidades.
Se não estiver inscrito na Segurança Social - por exemplo, se a sua única atividade for o AL na modalidade apartamento ou moradia -, deve registar-se no site da Segurança Social Directa e emitir a certidão de não dívida. Ambas as certidões são feitas online e na hora.
Perto do final do mês, quando os detalhes destes procedimentos estiverem finalizados, a ALEP enviará um email a explicar como emitir e para onde enviar a factura e os documentos necessários.


Se o profissional danificar alguma coisa no Estabelecimento de Hospedagem (EH) durante a estadia?
Caso haja danos no EH durante a estadia, comprovadamente imputáveis ao profissional, este será responsável pelos mesmos, devendo o EH, assim que verificado o dano, contactar imediata e diretamente o profissional.
A Rooms Against Covid não é responsável, nem pode ser responsabilizada por quaisquer danos sofridos no alojamento antes, durante ou após a estadia decorrida no âmbito do projeto, por qualquer profissional ou outro.